terça-feira, 29 de novembro de 2011

domingo, 20 de novembro de 2011

VEUVE CLICQUOT for DESIGNERS












Como vocês sabem, não sou a maior apreciadora de qualquer bebida alcóolica, porém, encanto-me com frequência pelo design sempre elegante e inusitado das embalagens e criações específicas desta marca de champagne mundialmente famosa e apreciada, a VEUVE CLICQUOT PONSARDIN.


O champanhe VEUVE CLICQUOT é um dos produtos mais cobiçados e luxuosos do mundo. Para atingir este patamar contou com a excepcional qualidade do líquido de suas cobiçadas garrafas. Porém, outro fator ajudou, e muito, a escalada rumo ao sucesso: cor amarela + embalagens especiais exclusiva, além de criativos e elegantes produtos relacionados sempre à marca.






Famosa pelo seu rótulo amarelo, e mais recentemente, pelos rótulos cor de rosa (da rosè), a VEUVE CLICQUOT abusa das formas e consegue inovar fortalecendo sua marca através do design das embalagens e acessórios, algumas vezes assinados por famosos designers. Comprar uma garrafa de VEUVE CLICQUOT é uma experiência muito legal em virtude da variedade e modernidade de suas embalagens!



A HISTÓRIA



A marca VEUVE CLICQUOT, um mito entre os amantes da bebida de Baco, se transformou em uma instituição francesa. Um produto para os paladares mais endinheirados do mundo que se transformou em um mito de qualidade. Sempre procurou assegurar, mais que preço, um compromisso com a qualidade e o buquê inconfundível, isto é, aquele aroma e sabor borbulhante que fizeram desse um precioso líquido, apreciado por reis, rainhas e até seus súditos endinheirados.
A história da vinícola começou em 1772 quando Philippe Clicquot-Muiron fundou um pequeno comércio de vinhos com o nome Clicquot na pitoresca região de Reims na França. Três anos mais tarde seria o primeiro a introduzir o champanhe rose no mundo. Um fato que mudaria os rumos da empresa e tornaria a marca uma das mais luxuosas do mundo ocorreu em 1798 quando seu filho, François, casou-se com Nicole-Barbe Ponsardin.


Em 1805, Madame Clicquot ficou viúva (veuve em francês) aos 27 anos de idade, depois que seu jovem marido morreu vítima de febre tifóide, e assumiu o controle dos negócios, que até aquele momento dividia suas atividades entre a produção de champanhe, serviços bancários e comercialização de lã.


Sob comando de Madame Clicquot, a empresa concentrou seu foco inteiramente na produção de champanhe. Em 1810, ano em que foi feito o primeiro champanhe millesimé, ou seja, de uma única safra, a Maison Clicquot passou então a denominar-se Veuve Clicquot-Ponsardin. Surgia assim a marca VEUVE CLICQUOT.
(fonte: mundodasmarcas.blogspot.com)